DEATHCLEAN – Razões pelas Quais as Pessoas se Tornam “Hoarders” (Acumuladores Compulsivos)

Porque é que as Pessoas se Tornam Acumuladores Compulsivos?

Os acumuladores são pessoas reconhecidas por adquirirem excessivamente objetos, mas não se desfazem de nenhum deles, por vezes, estes bens podem ser inúteis, de valor limitado ou mesmo úteis, mas nunca utilizados, fazendo com que o seu espaço de vida se torne notavelmente desorganizado, não deixando espaço para as suas atividades diárias.

Geralmente os acumuladores vivem em locais insalubres, no meio do lixo e em condições desumanas, igualando-se a uma condição de miséria, o que vem a interferir na sua qualidade de vida, bem como dos seus familiares e no meio onde vive, incomodando terceiros.

Descubra as 6 razões pelas quais as pessoas se tornam acumuladores compulsivos:

Irregularidade Emocional

Quando uma pessoa sofre de depressão e ansiedade, pode começar a acumular-se como um mecanismo de sobrevivência. A aquisição contínua de itens desnecessários, ao mesmo tempo que não descartam nenhum dos seus atuais bens, é um comportamento demonstrado por pessoas que tentam superar a depressão.

Perfeccionismo

Os acumuladores receiam cometer o erro de deitar fora objetos que pensam que possam ser valiosos ou uteis. Isto parece estranho quando se vê uma casa cheia de desarrumação e de lixo, a tendência perfeccionista de um acumulador diz-lhes que precisam da desarrumação.

Apego Emocional

Quando uma pessoa se apega demasiado emocionalmente aos seus bens, tenta agarrar-se a eles mesmo quando não precisa deles ou mesmo depois de adquirir novos. Os acumuladores compulsivos tornam-se demasiado apegados emocionalmente aos seus pertences para os deixar ir.

Dificuldade de Processamento de Informação

Os acumuladores compulsivos têm dificuldade ou incapacidade de categorizar se os objetos são valiosos e não-valorizáveis, assim tudo para eles tem o mesmo valor significativo, o que significa que não conseguem reconhecer os artigos que devem ser deitados fora para o lixo.

Um Trauma Pessoal

Os especialistas acreditam que existe uma ligação entre o trauma pessoal e o início da acumulação compulsiva. O transtorno geralmente começa na adolescência e tende a piorar com a idade. Ele afeta, em pelo menos 50% das vezes, pessoas cujos familiares próximos —pais, por exemplo— também são acometidos pela doença. Outras desenvolvem o problema depois da morte de um ente querido, divórcio, despejo ou perda de bens em um incêndio.

Medo do desperdício

Os hoarders sentem que têm a responsabilidade de guardar e guardam porque pensam que os objetos possam vir a ser úteis, um dia. Pensam que o facto de se desfazerem de objetos agora, pode levá-los a precisar de novo no futuro para o mesmo fim, pelo que os mantêm mesmo que estes objetos nunca sejam normalmente utilizados.

Como se pode ver, ser um acumulador é muito mais do que apenas ser desorganizado. A acumulação compulsiva é um transtorno emocional e as pessoas que apresentam esse problema precisam de ajuda para superá-lo. A psicoterapia, ajuda o paciente a ter diferentes modos de pensar sobre os objetos acumulados, além de treinar a motivação e a modificação de comportamentos em termos de aquisição, acúmulo e organização, tanto do espaço físico quanto dos objetos.

A acumulação também cria riscos de saúde e segurança, bem como preocupações ambientais, que têm de ser resolvidas. É necessário entender que a casa de um acumulador tem diversos perigosos e por isso é considerada de risco para a saúde pública.

A DEATHCLEAN é a única empresa especializada e certificada em risco biológico que possui ferramentas essenciais para apresentar uma solução completa para resolver problemas de acumulação de lixo. Detém de técnicos certificados e com capacidade para lidar com este tipo de limpeza difícil e extrema, tratando de forma rápida e eficiente todo o local, desde a remoção de todo o lixo, à limpeza extrema e total, com a descontaminação de todo o espaço, deixando assim o local em condições saudáveis e seguras de habitabilidade imediata.

Saiba mais em : DEATHCLEAN

Consulte os nossos anteriores artigos: Artigos DEATHCLEAN Blog

PALAVRAS-CHAVE: DEATHCLEAN; Hoarder; Hoarding; Acumulação Compulsiva; Síndrome Diógenes; Desperdício; Trauma; Apego Emocional; Risco Biológico;